Um cantinho para sonhar, desabafar, partilhar, divulgar, voar, sorrir, emocionar...o meu cantinho secreto!

Foto tirada pela girafa antes de se transformar em Nenúfar...na vida real - Lago de Jardim em Mafra.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Pufffffff!


Sinto-me exausta, cansada (muito)...o tempo passa por mim e deixa-me angustiada, os problemas na minha Direcção de Turma acumulam-se, há sempre participações e "guerras" diárias, há sempre teimosia (quer da minha parte para impor regras, quer na parte deles que teimam em ser "selvagens").

Vão surgindo alguns preciosos momentos em que aqui e além se nota na cara deles que afinal há alturas em que têm prazer em aprender..


Não me canso de dizer que sou mais teimosa que eles, mas que gosto deles, que estou ali...
A. passa do quadro, B. tira o caderno!! R. guarda a caderneta de cromos...estamos dentro de uma sala de aula!! Aqui quem manda ainda sou eu, agora é Ciências...não podem fazer o que vos apetece.

B. porque estás a falar assim comigo??! Eu elevei a minha voz? Eu tratei-te mal?? Então faz o favor de me respeitares!
Mais do que conteúdos, mais do que qualquer coisa, estes meninos precisam de regras e orientações...começam logo no autocarro pela manhã:


- M. sabes o que é formação cívica? Vais sair na prróxima paragem??
- Não!
- Então para que estás colada à porta da saída impedindo outras pessoas de sair?
Questiono-me muitas vezes de como seria se interiormente não tivesse estrutura para isto. Valido a todos os momentos a hipótese de que o professor empenhado faz muito mais para além do que são os seus deveres e obrigações! Muitas vezes assisto a situações e analiso comportamentos, que assim à queima roupa, tomados no imediato, me fariam engolir em seco e perder as esperanças...no entanto, apesar de algumas colegas me perguntarem com ar preocupado - como estás??- Estás-te a aguentar?? (porque souberam de algum sucedido mau ou assistiram a alguma das minhas "guerras"), eu, não me perguntem como que nem eu sei bem porquê, respondo sempre que estou bem e inevitávelmente ando quase sempre a sorrir.


Estou convicta que algures no céu se ilumina todos os dias uma estrelinha que me ajuda a percorrer esta caminho, nem sempre fácil, em que pequeninos nadas já são o bastante!!
E não obstante me entristecer muito com atitudes deles, cada dia é novo para mim e, eles terão sempre muitas oportunidades, nem que seja no "depois"...também devem saber que eu gosto deles, ao contrário do desapego e falta de afectos que sempre tiveram, eu respeito-os, nem que não me façam o mesmo (e tantas vezes).


Parece-me que ainda estou de pé e sim sinto-me inteira.

1 comentário:

Brisa_do_mar disse...

Como eu te compreendo...