Um cantinho para sonhar, desabafar, partilhar, divulgar, voar, sorrir, emocionar...o meu cantinho secreto!

Foto tirada pela girafa antes de se transformar em Nenúfar...na vida real - Lago de Jardim em Mafra.

domingo, 7 de março de 2010

Arame farpado, linha de vida...

Foto de JVT Mais uma vez o amigo JVT do blogue todos lêem mas ele não há meio de acreditar :-)), lançou um desafio...uma imagem para um texto (ou vice-versa). Óbvio que nunca resisti aos desafios que vêm pendurados nas fotos belíssimas deste amigo...logo...nasceu um texto...que é este que partilho aqui convosco (espero que gostem :-)) ):


Arame farpado, linha da vida…

Quando lhe pergunto o que lhe sugestiona aquela imagem, ela diz que é uma faca e o rapaz fala em nós…para mim, é a vida…

Malabarista equilibro-me em cima dele – do arame. Tento raspar a ferrugem, alaranjada, esfregando com os pés e, talvez com as mãos, estas são úteis quando me desequilibro e, ao escorregar, me tento agarrar com força para não cair…é que eventualmente, cá em baixo não há rede e o chão é duro!!

Em que parte estarei eu? Na rectilínea, sem altos nem baixos?? Ou naquela que tem as farpas, provavelmente até no duro nó?? Teria piada, se a vida fosse assim num liso sem descontinuidades?

Há quem fique magoado com os picos, com as arestas e gumes afiados, dizem que parecem facas com lâminas cortantes, cruéis, impiedosas, outros há que se ferem só ao nível da epiderme….faz sangue, dói um pouco, mas logo sara, e cicatriza. Tudo depende de cada um, cada qual regenera a seu tempo, há quem nem regenere…são aqueles que andam tristes, infelizes, rostos amargos e sem sorrisos, nem olhares cúmplices. Os que conseguem superar, voltando a sua pele ao normal, não registando grandes indícios de sofrimento…a esses chamamos de heróis, são os fortes, diz-se que têm garra!!

A vida complica-se no nó, mas há quem o desfaça, porque mesmo sendo de arame forte, duro e cru, alguns são fáceis de desatar, basta a força de vontade e os sorrisos aos molhos, uma pitada de alegria e outros condimentos felizes. Outros há que tropeçam esfolando o nariz e fazendo nódoas difíceis de apagar…envolvem-se em tal rolo, embrulhando-se no próprio arame e criam e recriam nós e mais nós, que por serem enferrujados podem até provocar o tétano e empedernimento do coração!!!

Há que escolher o que ser no meio deste caminho, ou mesmo no princípio, eventualmente fim. Mas há que escolher ..e SER.

Mas…agora reparo…poderia ser uma mão em forte aperto, agarrando algo, as farpas os dedos e…vejo bem…tem dois arames juntos, em paralelo, caminhando num só sentido…mas isso, isso sim daria outra história e a foto não dá para tantas palavras…é que estas são como as cerejas e as fotos também!!

2 comentários:

Shakti disse...

Belo texto, com uma excelente imagem, sem dúvida !!

bj

Silvana Nunes .'. disse...

Que lindo texto. parabéns pela inspiração.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana para você.
Saudações Florestais !