Um cantinho para sonhar, desabafar, partilhar, divulgar, voar, sorrir, emocionar...o meu cantinho secreto!

Foto tirada pela girafa antes de se transformar em Nenúfar...na vida real - Lago de Jardim em Mafra.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Rebebebéu pardais ao ninho, time to talk...


A primeira coisa a dizer é que de facto quando menos esperamos vem uma notícia que altera o nosso percurso. As notícias podem ser más, boas ou assim assim, no entanto, só sabemos mesmo passado algum tempo...


Estava eu com a minha turma de rebeldes e com a cabeça já em água porque não sabia o que fazer para alterar o comportamento de indivíduos que na escola pouco fazem...quando vem a notícia (através de uma colega) de que fiquei colocada numa cíclica (a 5ª). Eu que pensava já ter "saltado" das listas, uma vez que já estava colocada...tremi quando ouvi do outro lado do telefone:


- Olha vou dar-te uma novidade...foste colocada na 5ª Cíclica..

- Como?? Onde???? (tremia eu por todos os lados a pensar mudar-me outra vez para o "Cú de Judas";

- Lisboa...14 horas.


Bem já não era mau, pelo menos já não ia para Bragança ou Algarve ou outra coisa do género, e depois até poderia acumular com o outro horário...


Qual quê, sorte não costumo ter, logo, aconteceu o mais provável...tive que desistir dos meus alunos "rebeldes", porque as Cíclicas não são passíveis de se desistir.


Custou-me, doeu porque é terrível quando os alunos começam a criar laços connosco e nós com eles...e juro que não eram nada fáceis, mas eu queria-lhes bem e não é nada correcto para as crianças irmo-nos embora assim...tentei explicar que não tinha desistido deles, que era assim o sistema...mas é complicado!



Já fui à nova escola, gostei...mas agora vou demorar a criar laços, mas vão-se construindo com o tempo...



Entretanto as questões da disciplina e controlo de comportamentos dentro da sala de aula continuam a ser alvo das minhas atenções, julgo que dentro de uma sala de aula existe um grande jogo de energias, penso que temos que identificar claramente os indíviduos perturbadores, logo desde o início e encaminhá-los desde cedo. Uma vez encaminhados esses a turma fica mais estável. Vou ler muito sobre estes assuntos...também me parece que a escola actual não favorece muito a disciplina, uma vez que tentamos impingir conteúdos a crianças que poderão não estar muito motivadas para esses específicos conteúdos...era mais interessante serem eles a seleccionar conteúdos de pacotes formativos e a estudarem e ouvirem o que de facto fosse pertinente para eles...



Bem isto dava uma imensa e longa discussão, não sei se estão a ver, por exemplo, Ciências da Natureza é um mundo, há conteúdos incluídos no programa e termos que acho absolutamente insignificantes. Mas, isto será uma escola lá para o século XXII...

7 comentários:

Shakti disse...

Boa sorte então para mais uma mudança na tua vida...sei que é complicado cortar laços que criamos ...mas infelizmente o sistema é assim...nada podemos fazer contra (infelizmente)...

bj e bom fim de semana

BlueVelvet disse...

Sabes que não percebo muito destes assuntos, mas quer dizer que foste recolocada e desta vez em Lisboa?
Bem, sempre é melhor que Bragança...
Beijinhos e bom fim-de-semana

sonia disse...

Boa sorte girafinha!!!Tà descansada que tu consegues ultrapassar todos os obstaculos e dificuldades e vais là como noutra escola qualquer,ser uma optima professora!!
beijinhos

BC disse...

A notícia podia ser pior, foste colocada noutro sítio??? é isso, mas onde?.
Espero que tudo corra como esperas, realmente deixar crianças custa, mesmo que sejam grandes rebeldes, não deixam de ser crianças e fazemos laços com eles, seja qual for a profissão.
Criança é sempre criança!!!!
Good luck!
Isabel

Carla Silva e Cunha disse...

muito original...parabens

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

Fátima André disse...

Força! Vai correr tudo pelo melhor! Um novo ritmo, mas que seja tudo pelo bem das nossas criança.
Beijinhos e Sorrisos de Luz e Esperança :))

Filoxera disse...

Compreendo que os professores têm nas mãos uma série de questões que não dá para resolverem, pelo menos sem outro tipo de acompanhamento, sem envolvimento de pais e isntituições. Sozinhos, é chover no molhado...
Beijos.