Um cantinho para sonhar, desabafar, partilhar, divulgar, voar, sorrir, emocionar...o meu cantinho secreto!

Foto tirada pela girafa antes de se transformar em Nenúfar...na vida real - Lago de Jardim em Mafra.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Porque...


Recados e Imagens - Colagens - Orkut


Este fim de semana tive a oportunidade de ir ao Oceanário com as minhas crianças e mais algumas... em várias paredes vi poemas da Sophia de Mello Andresen e o tema, como é natural, era o mar. Li com imenso prazer e alguns não conhecia.
Tive a pesquisar e descobri este de que gostei tanto...partilho convosco e ficará para breve os que li e gostei sobre o mar.


Porque os outros se mascaram, mas tu não.
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.


Porque os outros têm medo mas tu não.
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.


Porque os outros se calam mas tu não.
Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.


Porque os outros são hábeis mas tu não.
Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

Sophia de Mello Andresen “No Tempo Dividido e Mar Novo”, Edições Salamandra, 1985, p. 79

17 comentários:

Shakti disse...

É sem dúvida um bonito passeio , eu também estive lá mais ou menos em meados de Junho e vi igualmente esses poemas,são lindos !!!!

Bjs

caditonuno disse...

poemas com a soneira com que eu estou nao!

Ka disse...

Ainda ontem andei a ler Sophia mas noutro registo: contos infantis, embora o tema fosse o mesmo pois comprei para o Luis "A menina do mar", conto que eu adoro!!

Quanto a este poema, além de Sophia ser a minha poetisa favorita este é um dos poemas que mais gosto dela (tenho-o no meu blog mais do que uma vez julgo) e foi muito bom lê-lo neste meu regresso de férias :)

Beijinho e uma excelente semana!!

WOLKENGEDANKEN disse...

Uma grande felizidade é conhecer algumas pessoas que correspondem a esta descripcao do mar. :)

1/4 de Fada disse...

Foi um dos primeiros poemas da Sophia que eu conheci, na voz do Farncisco Fanhais... É lindo, como tudo o que ela escreveu.

conchita disse...

Poema lindissímo, adorei mesmo!!
Beijinhos e uma boa semana :)

f@ disse...

Lindo demais.... já conhecia mas há quanto tempo não o lia...
bela escolha ...
beijinhos das nuvens

Isabela disse...

Parabéns pelo blogue! Está muito bonito e interessante!
Convido a visitar o meu
www.olivrodeisabela.blogspot.com

utopias disse...

Sophia vive nas palavras.
É lindo o poema. Já conhecia, mas dá-me sempre um novo alento quando o (re)leio.
Saudações.

[_David_] disse...

Sophia... porque sim e porque também!! è sempre uma opção presente!

suruka disse...

Belo como sempre.
Escolheste um conjunto de fotos lindíssimas.

bj

Margarida disse...

Lindo!!

Conhecem a música deste poema? ... Cresci a ouvi-la, cantada pelo Franacisco Fanhais - se bem me lembro ... E para quem fala da Menina do Mar, não deixem de ouvir o disco, em que a história é narrada pela Eunice Muñoz - também faz parte das minhas recordações de infância e ainda hoje acho que é lindo demais!!

Vim aqui para agradecer à "girafa cor-de-rosa" o post que deixou no meu Blogue e encontrei coisas fantásticas - que nos fazem sonhar e acreditar que há gente neste mundo como a que se encontra por aqui ...

Muito obrigada! ... :-)

Bjs e abraços

O Profeta disse...

Embriaguei-me na beleza das tuas palavras...


Doce beijo

Blue Angel disse...

Gosto de ler poesia e adorei estas palavras!!!

Beijos

Nivea

clorinda disse...

Belo poema da Sophia. Sempre tão bom ler boa poesia!
Bom final de Verão.

Filoxera disse...

Que bom, passear, ler e saborear. Ainda por cima com essa profissão que perite tudo isto e ainda é das mais úteis no mundo.
Beijos.

vaandando disse...

Sophia, Sabedoria , aquela que nunca deixou de interrogar as coisas e as pessoas, nós... Nunca um verso nos abandonou sem uma ideia ética sempre unida à beleza a indagação...
Bendito passeio !
abraço
JRMarto