Um cantinho para sonhar, desabafar, partilhar, divulgar, voar, sorrir, emocionar...o meu cantinho secreto!

Foto tirada pela girafa antes de se transformar em Nenúfar...na vida real - Lago de Jardim em Mafra.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Embora apareçam caixotes na foto...já estou instalada!

A vida encaixotada ou os caixotes da minha vida (podem escolher a legenda!!

O prometido é devido, e cá estão os meus caixotes (estes são só uma pequena parte do total!!).

Estes dias não têm sido muito fáceis para mim...ando cheia de incertezas e inseguranças quanto ao futuro, questionando-me se de facto fiz a opção correcta...é um tempo de espera, em que a vida me pede para que me encha de paciência.
Eu espero, por vezes desespero...mas a luz interna de esperança permanece e repito para mim constantemente, apesar da inquietação constante, "vai correr bem", as minhas expectativas têm que ser positivas!

Finalmente os meus filhotes tiveram vaga numa escola, não a mais perto, talvez não a melhor, mas a que foi possível, deixando-me alíviada, mas ao mesmo tempo apreensiva...a ver vamos! A mesma pergunta se me afigura como pertinente...terei feito a opção correcta ao mudar já? Foi este o tempo certo? Respondi a um feeling...não sei se acertado...a vida vai encarregar-se de me responder ou de ir respondendo.


Estou agora a ler um livro que por uma feliz coincidência (ou não:)) me veio ter às mãos, como sabem gosto de partilhar... e por isso deixo aqui excertos do mesmo, esperando que gostem e se envolvam tanto quanto eu!


" ...contornamos o edifício de metal e dirigimo-nos ao talhão de feijões. Notei que tinham um ar extremamente viçoso, não apresentando vestígios de danos causados pelos insectos e folhas mortas. As plantas estavam a crescer num solo que me pareceu rico em húmus. um solo quase fofo; as plantas estavam cuidadosamente dispostas em intervalos regulares ; o caule e as folhas de cada uma cresciam perto dos dos outros, mas nunca se tocavam.
Apontou para a planta mais próxima:
- Tentamos olhar para estas plantas como se fossem um sistema global de energia e pensar no que cada uma precisa para florescer - solo, nutrientes, humidade, luz. O que descobrimos foi que o ecossistema global em que a planta está envolvida é, no fundo, um sistema vivo, um organismo. E a saúde de cada uma das partes, influi na saúde do todo."



"- Quando vir campos de energia noutros sítios - disse Phill - compreenderá até que ponto estas florestas são dinâmicas. Olhe para estes carvalhos. Já não existem muitos no Peru, mas continuam a crescer aqui em Viciente. O abate das florestas, especialmente quando se arrancam árvores como carvalhos e faias para as substituir por pinheiros, tendo em mira o lucro, dá origem a campos de baixa energia. E uma cidade, excepto no que diz respeito às pessoas, tem uma energia de um tipo totalmente diferente."
In Profecia Celestina de James Redfield



As ideias que tenho encontrado neste livro, não têm sido grande novidade, porque tenho lido outros autores que têm mencionado coisas idênticas, ideias semelhantes. No entanto, a forma como o autor expõe a sua história tão clarividente é refrescante e constitui uma nova peça para construção de um grande puzzle...um puzzle que abarca a vida na sua essência, os seres humanos e os outros seres vivos e a própria Terra como algo grandioso fazendo parte de um enorme sistema vivo.


Segundo este autor, entrámos já numa nova fase, em que o homem, depois de instalado com o seu grande poderio económico e tecnológico, procura algo que sempre procurou e que tinha ficado em esquecimento...o porquê da vida, a essência da vida, a busca de algo mais...
Estou a gostar portanto, mas para os mais cépticos aviso...é diferente sim...urge ler com
OPEN MIND



Recados e Imagens - Paisagens - Orkut

12 comentários:

Fátima André disse...

"...a saúde de cada uma das partes, influi na saúde do todo."

A única forma de se gerar equilíbrio e harmonia. Aquilo que precisamos para viver - serenidade interior.

Sorrisos tribais de um Alentejo quentinho e calmo :)

Shakti disse...

O tempo o dirá minha amiga ...mas de certeza que foi a escolha acertada com o timming certo para dares este passo na tua vida !

bjs e toda a sorte do mundo

Fátima André disse...

E quanto à tua "nova" viva, as tuas incertezas, dúvidas e medos vão dissipar-se rapidamente. Acredita que fizeste o melhor por ti e pelos teus filhos; se vai ser o melhor no futuro, não sabemos. Se não existisse a mudança também nunca saberias se mudar era a melhor opção.
Fica serena e acredita em ti como mãe e profissional. Dá sempre o teu melhor, verás que esse coração vai serenar.
Beijinhos e sorrisos tribais :)

1/4 de Fada disse...

Ainda bem que deste notícias. Vais ver que passadas estas primeiras incertezas tudo vai compor-se e as tuas dúvidas vão desaparecer. teres encontrado uma escola para os filhotes já é um bom passo nessa direcção. Agora só falta teres as coisas fora dos caixotes para começares a sentires-te melhor. Beijinhos.

BlueVelvet disse...

Como te compreendo: só de pensar em mudanças e em caixotes fico doente.
Já fiz mais de 7. E num mês diz duas.
É inacreditável as tralhas que juntamos.
Por isso os orientais, quando chega o fim do ano, deitam fora tudo o que não usaram durante o ano.
Quanto aos teus medos e angústias, são naturais. Toda a mudança implica dúvidas e angústias, mas assim é menos um "What if" na tua vida.
E vai ver que corre bem:) Só estares ao pé da tua mãe já é uma enorme ajuda.
Li o livro que referes quando saiu, há muitos anos.
Não gostei particularmente, mas quem sabe não foi a altura certa.
Beijinhos e BOA SORTE na nova vida.

Prof. Teresa disse...

Olá! Venho dar um abraço e desejar as maiores felicidades na casa nova (mais perto da mamã significa mais perto de mim e da minha escola não é?) Queres escrever-me? (email.profteresa@gmail.com). Há tempos desafiei-te para um café e pareceu-me que receavas tornar real uma pessoa virtual. Respeito muito isso mas não posso deixar de dizer que não devias. Um dia ainda te conto ao vivo e a cores as coisas boas que a net já me trouxe. A última foi uma amiga que já conheci na realidade e que é recém mamã: está aqui --> http://www.caixa-dos-pirolitos.blogspot.com/ Lembrei-me que talvez gostasses de conhecer. Era bem giro se ficasses na minha escola. vamos ter mais turmas de 2º ciclo :-D

beijos e.... vais ver que se seguiste o teu coração.... foi pelo e para o melhor! coragem!

Blue Eyes disse...

Amiga:

A vida é feita de 'ses'...se vamos por um caminho perguntamo-nos como seria se tivéssemos ido pelo outro...a vida é feita de escolhas, ansiedades, receio por tudo o que é novo...mas temos que ter a coragem de seguir em frente!Se optaste por 'isto' agora é porque faz sentido!Acho que tens coragem o suficiente para assumir as tuas escolhas...se foi a mais certa ou não só o tempo o dirá...mas foi a tua escolha de agora!Vais ter o apoio da tua família e tens uns filhos com uma estrutura que os vai ajudar na adaptação e sabem que podem contar com a sua mamã à maneira!!

*** grandes de força e coragem!

Prof. Teresa disse...

Não tou nada fora. Esqueci-me foi de avisar que este meu mail confude as pessoas. Escreve tal como está entre aspas ;-) por favor: "email.profteresa@gmail.com". Desculpa. Beijos.

Filoxera disse...

O últimos tempos também tê sido de mudança e de apreensão para mim. Mas só podemos gerir as coisas da forma que nos parece melhor, não dá para se controlar tudo. Acreditemos que tudo correrá bem.
Beijos e votos de boa sorte.

Patti disse...

As mudanças, muitas vezes são necessárias para repensarmos a vida e trazem sempre algo de positivo. O resto, somos nós que o fazemos, se a vida não nos pregar rasteiras.
Vai correr tudo bem. Muito sucesso para esta nova fase.

Mocho Falante disse...

querida Girafa

como eu te percebo, também eu este ano mudei, e na verdade foi com alguma apreensão, mas tenho a certeza que foi o momento certo, a cada dia que passa mais me convenço que este foi o timming certo e se aconteceu contigo, então foi porque era o tempo...felicidade para esta nova etapa

beijocas

titofarpas disse...

Quero desejar-lhe as maiores felicidades...